Sobre o respeito da vida humana, e em particular sobre o respeito pela criança não nascida, não se verifica que muitos cristãos estão em desacordo aberto com a Igreja?

O respeito da vida humana é fundamental na definição da identidade cristã. Reconhecer o valor infinito de todo o indivíduo humano é essencial a toda a moral cristã, qualquer que seja sua formulação1. Reconhecer este valor é a condição para entrar na moral crista. Não se trata de uma escolha deixada ao discernimento de cada um no interior da ética crista. Esta verdade, objectivamente fundada, é por assim dizer o pórtico de toda a moral cristã.

____________________________________________________

  1. Esta tese encontra-se magistralmente exposta por Jean-Marie Hennaux em Le droit de l'homme à la vie, de la conception à la naissance, Bruxelas, Institut d'Études Théologiques, 1993.

blint.gif (141 octets) Página seguinte.

blint.gif (141 octets) Voltar na página "A Igreja e a natalidade".

blint.gif (141 octets) Voltar na página "Índice geral".