É neste quadro que aparece a pílula abortiva RU 486?

Segundos as declarações do próprio dr. Baulieu, a quem é atribuída a composição do RU 486, esta pílula abortiva foi feita com o apoio da Organização Mundial de Saúde.1 A OMS faz, aliás, referência a este tipo de preparado quando fala de "contracepção pós-coito".

O mesmo doutor Baulieu explica, de resto, que uma das "justificações" do programa de investigação que resultou no RU 486, é a "contenção", ou antes a limitação da população pobre do Terceiro Mundo.

______________________________________________________

  1. V. Étienne-Étienne Baulieu, Génération pilule, Paris, Odile Jacob, 1990. Sobre a RU 486, v. Janice G. Raymond, Renate Klein, Lynette J. Dumble, RU 486. Misconceptions, Myths and Morals, Cambridge MA, Institute on Women and Technology, IWT, 1991.

blint.gif (141 octets) Página seguinte.

blint.gif (141 octets) Voltar na página "As organizações internacionais".

blint.gif (141 octets) Voltar na página "Índice geral".