É então necessário continuar a reprimir o aborto?

A criança não nascida precisa de uma protecção jurídica eficaz, e é por esta protecção que trabalham principalmente políticos e juristas. É preciso que o direito de todo o ser humano à vida seja garantido pela lei e que o desrespeito deste direito seja punido. É preciso portanto viver e deixar viver, e usar de rigor contra os que impendem outros de viver.

Porém, se a dissuasão é necessária e indispensável, ela Ù também insuficiente. É preciso além disso ajudar as mulheres em dificuldade e mesmo criar condições tais que a espera de um filho seja o menos possível causa de perturbação.

É portanto necessário não confundir os objectivos dissuadir e ajudar. Alguém acusava um dia a Madre Teresa de Calcutá por esta não dar escolaridade suficiente às crianças de que se ocupava. "Eu dou-lhes de comer, respondeu ela, cabe a vós fazer o resto". Dar de comer, permitir viver: é a tarefa primordial, que não dispensa as outras. O problema é não somente ajudar certas crianças a escapar ao aborto, mas também criar uma sociedade onde todas as crianças possam ser acolhidas. É preciso punir os automobilistas infractores mas é também preciso prevenir os acidentes na estrada.

blint.gif (141 octets) Página seguinte.

blint.gif (141 octets) Voltar na página "Prevenção - Repressão - Adopção".

blint.gif (141 octets) Voltar na página "Índice geral".