Conchas Vazias

Em caso de pequena fome, o "Escargot de Bourgogne" prova ser uma regalia.  E verdade que caracois terrestres ou aquáticos podem inspirar nojo, mas os gostos e as côres não de dicutem.

No entanto, é um meio muito prático de obter um domicílio para alguns dos nossos pensionários.

Uma duzia por casal de similis, UMA. Um casal que se entende. Os camarões também apreciam um bom esconderijo.
Um campo de conchas. Um grande plano de filhote :-)

Mas é evidente que consumir "Escargot de Bourgogne" e directamente mergulhar a concha no aquário seria uma heresia !

A concha tem que ser fervida (para retirar as impurezas que teriam permanecido no interior, esteriliza-la e eliminar os resíduos de gordura).  Não utilize vinagre ! E verdade que o vinagre é adequado para remover a gordura mas ele também ataca o calcário.

Após 10 minutos de imersão numa solução de vinagre, a concha torna-se inutilizável porque inestética e muito friável.  Em algumas semanas ou meses, só restarão alguns pedaços espalhados e absolutamente inúteis.

Depois de ter sido cuidadosamente limpa, a concha pode ser mergulhada no aquário.  Um último problema se põe:  a concha está cheia de ar e tede a flutuar.

Segure simplesmente a concha de maneira a que a entrada esteja dirigida para cima, o ar escapa.  Se algumas micro-bolhas de ar permanecem na concha, elas atravessarão a estrutura calcária em alguns dias.

Regresso ao Indice